A arte de ficar calado

Admiro quem consegue ficar calado. Principalmente, ficar calado nas horas certas. Quem me conhece sabe que sou apenas um admirador, pois se falo muito, acabo falando ainda mais nas horas em que não deveria.

Veja bem, não é só ficar calado e pronto. Sou um ser, por natureza, que gosta de socializar, conhecer pessoas novas e, claro, falar. Mas essa arte, não, VIRTUDE, de ficar quieto quando convém, ainda não adquiri/desenvolvi.

Suspeito que seja algo patológico, pois não é aquela ‘implicância’ apenas [apesar d’eu ser implicante, não precisa me lembrar]. Mas se ouço algo muito absurdo, algo que simplesmente não faça sentido algum, ou algo que discordo veementemente, preciso dizer alguma coisa. É mais forte do que a minha força de vontade, que devia mudar de nome, para “vontade” só, porque de força não tem nada.

Nessas férias estive com um amigo que diz o que pensa, declara o que acredita, mesmo que polêmico, mas na hora certa e, principalmente, para as pessoas certas. Comigo, por exemplo, ele se abriu. Mas nas horas em que a discussão pegava fogo, comigo jogando lenha, claro, mesmo que involuntariamente, olhava para ele, que mantinha aquela cara serena, pacífica e, principalmente, de pau! Foi o que achei, já que sabia que ele concordava comigo em alguns assuntos, sem se manifestar.

Entendi, porém, que não era omissão. Se você perguntar a ele qualquer coisa que queira saber, ele vai falar. Não vai te enrolar e ludibriar, mas será sincero na resposta. Porém, quando alguém solta alguma coisa que soa absurda, ele simplesmente fica na dele. Nem a sobrancelha se mexe! Fica impassível, como se nada tivesse acontecido.

Não sei, mas desconfio que deva existir algum monge dando um curso desses por aí. “Saiba ficar calado em 30 dias”. Mesmo que seja no Tibet, acho que valeria a pena. Porque eu tenho noção de quando é que devo ficar calado. O problema é que isso só acontece antes e depois do momento. Agora, por exemplo, consigo elencar alguns momentos futuros em que devo deixar de falar o que penso. Acontece que quando chegar o momento, esquecerei de tudo. Incrivelmente [?], cinco minutos após ter feito um discurso sobre o que penso, sinto aquela pontada no cérebro que diz “Você devia ter ficado calado”. Eu sei! Eu sei! Mas porque você não me impediu?, digo ao meu cérebro. “Eu tentei, mas quem disse que você me ouve?”. Ele tem razão. Sempre.

About these ads

30 Respostas para “A arte de ficar calado

  1. Eu consigo ficar calada, muitas vezes, apesar de não desenvolver tão bem essa “virtude”. Muitos amigos me amam e me detestam porque sabem que eu falo o que penso, mas nunca sem pensar. A comunicação é um instinto natural do ser humano e, para falar, é preciso sutileza.

  2. Po. Que texto chato. Podia bem ficar calado.

  3. Gabi, também tenho essa dificuldade. E, ultimamente, encontrei um caminho tanto estranho para tentar desenvolver essa sabedoria do “ficar em silêncio na hora certa”: as reuniões de condomínio do prédio onde moro! Laboratório intensivo. Bjs

  4. Acho que de fato, ficar calado na hora certa é uma arte, meu problema é falar na hora certa. Na hora não vem na cabeça aquilo que deveria ser dito. Talvez por analisar e descartar “n” possibilidades do que dizer, acabo descartando tudo e fico sem o que falar na hora. É péssimo. Tenho a impressão de que passo a idéia de sempre estar com o pensamento distante, “avoado” rs, ou de quem não presta atenção no que lhe está sendo dito. E acabo por tentar “remendar” o assunto dizendo: “É, né?” Vejo algumas pessoas falando e falando e falando e penso: “Cara, esse(a) aí bem que podia calar a boca, hein? Já tá falando besteira…” Logo, lembro de mim: “Ah, é… e vc tem muito a acrescentar, né?” A minha mente vira um campo de batalha pr’os meu pensamentos enquanto eu tento ainda ouvir o que o “pessoa” (ainda) está falando…
    Será que existe algum monge que faz o trabalho inverso? “Aprenda a falar pelos cotovelos em 30 dias”?
    Abraço!

  5. acho que ficar calado eh uma coisa muito importante, eu ja nao consigo, estou tentando consegir, por causa de uma frase minha vida mudou completamente’, talvez se eu tivesse pensado umpocuco mais nao teria acontecido, nao espere acontecer o mesmo com voce, fique calado, isso mesmo cale a boca, senao pode ser muuuito prejudicado, pense antes de falar, porque depois ja nao tem mais jeito, falou e pronto. a consciencia nos mata depois de ter falado, entao , por favor, nao digam coisas precipitados, eu perdi a pessoa que eu mais amo, minha mae por ter dito uma frase errada, tomara que nao aconteça com você, torço pra que nao aconteça, meus sinceros comentários.

  6. Eu tive que aprender que é melhor ficar calada em certas situaçoes.No começo foi extremamente dificil,mas tive que fazer essa escolha.Ouço muita coisa de alguém que tenta me infernizar o tempo todo,mas tenho sérios motivos para nao responder a td isso,então me calo.

  7. Ficar calado é uma atitude sábia, principalmente quando nos envolvemos em atitudes coletivas tipo igreja, trabalho e etc. Melhor é afastar-se do problema do que opinar envolvendo “líderes” que sempre tem seus “capangas” que inflamam palavras que não foram ditas. Isolar-se não, mas ficar olhando e conhecendo que são os mais faladores. Quem mais fala tem mais inimigos do que os calados. Os faladores terão poucos amigos verdadeiros e os calados podem passar uma vida sem ter nenhum. A escolha é sua mas não comente muito com outras pessoas. Fique calado(a).

  8. Lídia Mendes Rio de Janeiro

    Fiquei muito impressionada com seu texto Gabriel.. imagina que havia acabado de me arrepender em abrir a boca mais uma vez.. sempre faço a mesma coisa..me arrependo depois e o pior…sinto que desperdicei uma ooportunidade legal de exercer o direito sagrado ao silêncio. Derepente decidi procurar algo pra me ajudar .. tipo terapia intensiva de como ficar de bico fechado.. encontrei vc.. show.. agora vou procurar o tal curso.. Como aprender a se calar sempre em 10..20..sei lá, quantos séculos serão necessários para travar a minha matraca? bjusssss

  9. Eu nao consigo!
    falei,ta falado.E arco com as consequencias!

  10. teu texto exprime bem, a fase que estou passando, sou do tipo afoito, falo tudo sem pensar, depois sempre me arrependo, estou num momento de busca pessoal, de equilibrio, de mudança, mas é tão dificil, nesses momentos parece que todo mundo some e eu fico sozinho com minhas “caraminholas” na cabeça, pensando onde errei, porquê errei,
    Tudo que acontece na minha vida passa por um unico problema, que me priva de tudo.

  11. Um dia meu filho me disse que falo muito, que meu outro filho não estudava porquê eu falava muito cobrava muito repetia a ladainha muito, fiquei muito triste e estou até hoje, então conversei com outras mães e de descobrir que muitos filhos falam isso, mas como educar orientar e cobrar sem falar muito. Deus e mais nada. abraços Tina Salinas

    • Tina, vc esta totalmente certa em falar muito com seu filho, não se preocupe com isso, é muito normal nós agirmos desse jeito. Eu sou assim tbm, mais sei que isso ajudara muito na minha educação, para o meu sucesso no futuro, fica a dica para todos. Abraços… *–*

  12. Tina, vc esta totalmente certa em falar muito com seu filho, não se preocupe com isso, é muito normal nós agirmos desse jeito. Eu sou assim tbm, mais sei que isso ajudara muito na minha educação, para o meu sucesso no futuro, fica a dica para todos. Abraços… *–*

  13. Eu falo o que penso, sempre,as vezes me sinto mal d+ com isso, eu queria encontrar uma maneira de falar, mas, pensar antes.

  14. Vocês todos são ótimos e engraçadíssimos, talvez por eu me identificar em cada um. Vai uma dica: provérbios 18:2 Não toma prazer o tolo no entendimento, senão, em que se descubra o seu coração.
    E como o bobo expõe o seu coração? falando! falando…
    Provérbios 13:3 O que guarda a sua boca conserva a sua alma, mas o que muito abre os lábios tem perturbação.
    Não queremos ser chamados de perturbados não é?
    provérbios 25:11 As palavras ditas no hor certa são como maçãs de ouro em bandejas de prata. Isto é realmente uma obra de arte!
    provérbios 29:20 Tens visto um homem precipitado nas suas palavras?
    Maior esperança há de um tolo do que dele.
    Este é maravilhoso:
    provérbios 10:19 Na multidão de palavras não falta transgressão, mas o que modera seus lábios é prudente.

  15. Poxa! Ao ler seu texto, pensei que você estava me descrevendo. Estou tentando ficar calada nas horas certas, mas está difícil. Quando dou conta, já disse o que não devia e depois fico horas tentado digerir o arrependimento.
    Como diz um provérbio antigo “Há três coisas que não voltam mais: A flecha lançada, a palavra proferida e a oportunidade perdida.” tento me lembrar disso sempre.

  16. Em Certas Situações,é necessário manter o silênciopara falar depois,no momento certo e na hora certa,embora seja difícil.Vou dar um Exemplo do dia a dia.
    Tive percebendo que minha esposa estava com ares de grandeza com sua palavras em cima de mim,ou seja ela por cima sempre,e eu só ouvindo caladinho e esparando a hora certa para dar o golpe,embora sofri muito com as palavras de soberania dela.Mais percebi que ficar calado só ouvindo mim traria benefícios futuros,quando fosse descarregar todo o meu vocabulário em cima dela,mais não é qualquer palavra não, e sim palavras que toquem ela no máximo de seu íntimo a ponto de deixá-la como vilão e eu com a razão de tudo.
    Estou aguardando o exato momento e articulando os detalhes para não falar besteiras.Mim espere mulher,que vou mostrar quem é o Homem da casa.Nada melhor que um dia após outro.

  17. seja sempre silencioso, e os fracos nao saberao nada sobre voce…seja falador, e futuramente, seu inimigo usara suas palavras contra ti…

  18. como sofremos ao falar demais,adorei seu texto,acho que o desabafo de todas as pessoas que falam demais,karina PA

  19. Simplesmente Calado

    Adorei todos vcs. Como eu precisava ouvir tudo isso.

  20. Quando notamos o nosso defeito, ja eh meio caminho andado para a correcao de algo que nos incomoda.
    Deus nos deu dois ouvidos e uma boca demonstrando que temos que ouvir mais que falar. Tambem falo demais e se me calo, todo mundo nota e me acha antipatica, besta, O falador corre o risco de maltratar alguem. O certo seria calar- se quando o outro estiver falando e falar pouco dando oportunidade aos demais.

  21. Nossa achei que só eu era assim. Como falar me atrapalha. que Deus nos de serenidade.

  22. Eu não falo sem pensar. Digo coisas coerentes embasadas, fruto de algum conhecimento ou observação. O que sinto , é uma enorme necessidade de compartilhar o que aprendi. Sinto também necessidade de aconselhar, dar ideias, apresentar novos pontos de vista. Em fim, tudo para compartilhar o que sei e ajudar as pessoas a terem melhores definições, conceitos e acertos, pelo menos na minha mente e na intenção dela. Contudo gostaria de me calar, visto que aconselhar alguém é inútil e só consome a quem tenta, por isso gostaria de me calar até esquecer o tom da minha voz. Como eu costumo dizer: “Se falar adiantasse, eu queria muito ouvir”.

  23. claudina de castro quintao

    claudina quintao* 22/09/2013 me irrita quando ouso algo que nao concordo. quando posso tento ficar distante . pois nao consigo ficar calada. oro sempre para isso acontecer

  24. claudina de castro quintao

    quando formos comunicar algo, devemos falar de forma que o outro nos entenda. devemos comunicar de forma clara, tranquila, sem orgulho, com todo respeito, educaçao e elogio. mesmo que o outro altera a voz.

  25. Encontrei o que procurava, “como ficar calado”. Mas pelo que percebi isto não é uma tarefa fácil. Me identifiquei com tudo que foi dito, em especial a Klose, quando diz que “tudo que se quer é compartilhar ideias e conhecimentos”. Mas, no meu caso, muitas vezes acabo atrapalhando reuniões, etc. Ai, depois, vem aquela sensação de inutilidade, frustração e arrependimento, por ter fala, se manifestado sem ser perguntado diretamente. Será isto um mal do meu próprio ego que quer sempre se mostrar, dizendo, eu sei, eu estou aqui, eu tenho a algo a dizer sobre isto.

    Sabe, eu sempre tenho um entendimento ou um conhecimento sobre aquele ou este assunto, seja qual for. E quando não tenho algo próprio a dizer, parece que roubo as ideias e/ou o pensamento dos outros, mas não fico sem falar. Não consigo me controlar. Não sou capaz de ouvir e aprender apenas, sempre quero deixar minha parcela de contribuição.

    E o pior é quando alguém, da reunião, de forma muito simples e sucinta, coloca o seu ponto de vista e todos concordam com ela, e para mim, que eu meus olhos, me esforcei em explanar tão bem meu ponto de vista. ninguém deu importância. Para mim é o fim!

    Como sofro com isso!

  26. Enfim encontrei alguém parecido comigo neste aspecto! Saber disso até me consola, mas seguirei lutando para parar de ME aborrecer, pq no fundo sei que não prejudico os outros. Beijos, «irmão»!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s