Sexta-feira

é o dia que tenho o sentimento de “último dia de aula”. Não precisa nem ser do ano letivo, pode ser do semestre, quando chega junho – julho. Depois que a gente sai da faculdade, não existe mais isso. Mesmo que você faça mestrado, ou uma pós, não é a mesma coisa, porque muitas vezes, durante as férias, ainda há coisas a serem feitas. No mínimo, seu trabalho. Se você não trabalha, há coisas a serem feitas para o curso.

Agora, se você trabalha e não cursa nada, piorou. Férias? Apenas 30 dias em 365. Isso quando sua empresa não o obriga a tirar apenas 20 e negocia os outros 10. A sensação piora quando você tem amigos que ainda estão no colégio [ou na faculdade], mas só estudam. Chega junho – julho, novembro – dezembro/janeiro e todo mundo tem todos os dias livres! Aquela sensação de ficar julho inteiro sem nada pra fazer e, por isso mesmo, cheio de planos, não tem mais. Dezembro então, o máximo que podemos fazer é torcer para ter uma semana de folga coletiva. E janeiro, tem sempre o aniversário de São Paulo, dia 25. Aí o suspense é pra saber se cai em uma terça ou quinta-feira, para poder emendar.

A sexta-feira é um dia que me traz esse sentimento. Mesmo quando eu gosto do meu trabalho e estou satisfeito com o que faço. Não é apenas a sensação de me ver livre dos afazeres, mas é a sensação de poder encontrar os amigos na hora que quiser, acordar a hora que quiser, almoçar a hora que quiser, enfim, uma liberdade plena! Mas que, infelizmente, dura apenas 48h. Porque a vida também é feita de segundas-feiras.

Anúncios

5 Respostas para “Sexta-feira

  1. …Gostei de suas postagens…

    BEm interessantes.

    EsTava procurando alguma coisa pra ler e achei seu blog ao acaso.

    ^^

  2. Morra de inveja, estou de férias desde dezembro de 2006.

  3. Que delicia! Adorei o texto… você exprimiu bem um sentimento do qual eu também compartilho.

    Gostei também da tirinha do Adão ilustrando o post.

    um abraço e uma segunda-feira sonhadora pra ti!

  4. Podia ser pior, Lou, você sabe.

    e a galerinha da livraria cultura, que só fecha dia 01 de maio?
    e o pessoal de call center, com seus turnos rotativos que caem da meia noite às seis?
    e a galera que trabalha em shoppings? um horário cretino que te exige pegar mais cedo e sair mais tarde. tudo por causa das comissões. Em periodos de festas (ano novo e natal então é a morte) você multiplica essa aflição por mil.

    toda essa turma trabalha corrido, de segunda a segunda, com escala de folga caindo em qualquer dia, sem direito de escolha.
    você ainda tem 48hs de descanso, Lou.
    Podia ser pior..
    😉

  5. muito bom!

    Mas eu acho que a vida podia ser feita apenas de sábados

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s