Imagine*

Caro J.L.,

Segui seu conselho e imaginei.

Imaginei que não houvessem países e lembrei de alguns que não existem mais, apesar de ter aprendido no ginásio o nome de vários deles. Ainda vejo alguns prestes a serem totalmente devastados e saírem do mapa.

Imaginei que não houvesse nada para morrer ou matar por.
Vi dois velhos brigando por um pão e duas crianças, por $1 milhão.

Imaginei as pessoas vivendo o ‘para hoje’ e repartindo o mundo.
Vi famílias na favela repartindo a dor de perderem seus filhos para o tráfico e famílias nos prédios, matando seus filhos por nada.
Vi pessoas vivendo ‘o amanhã’ e juntando as posses, que tentei imaginar não existirem, mas elas não queriam imaginar comigo. Queriam ter. E quanto mais tinham, mais insatisfeitas ficavam.

E saiba, nunca pensei que você fosse um sonhador e sei que não era o único. Eu me juntei ao grupo, mas às vezes parece que estou sozinho, John.

É quando choro e penso que as pessoas agora talvez achem que eu seja um sonhador.
Chega de imaginar.
Quero acreditar que há outros.

[*Queria que John Lennon lesse a carta. Escrevi depois de ouvir Imagine, no repeat, algumas vezes. Para ver a letra, só clicar aqui]

Anúncios

2 Respostas para “Imagine*

  1. Pô, o texto ficou muito bom! 🙂

    Pena que eu tô ouvindo La barca no repeat, senão ia copiar a idéia, hehehehehehe.

  2. Essa música dá arrepios. Imagine, What a wonderful world e Over the rainbow sempre dão vontade de chorar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s