Um mundo quase perfeito

O mundo que imagino é um mundo sem violência, sem drogas, sem abuso sexual, sem pobreza. Não teria sujeira, políticos corruptos, inflação, corrupção e não haveria greve por qualquer coisa.

Ele seria cheio de árvores, todas as cidades teriam praias, mesmo sendo no interior do país; não haveria noite, só dia.

Ninguém seria chato, não sentiríamos dor, nem tristeza; não haveria frio, nem teríamos doença.

O mundo seria redondo mesmo, só que com poucos relevos; o céu sempre azul, chuvas só para nos refrescar e não chuvas torrenciais; o Tietê e todos os rios seriam limpos.

Este é o meu mundo, um mundo quase perfeito.
_______________

este texto escrevi em 1995, quando estava na 5ª série, com 11 – 12 anos.
achei outro dia o livrinho em que ele foi publicado.todo ano, as melhores redações da 5ª à 8ª série eram compiladas em um livrinho chamado ‘Lermack’ [de Mackenzie].

desde que achei o livrinho, li para algumas pessoas.
sempre ao final do texto, me perguntavam: – porque ‘um mundo quase perfeito’? por que é ‘quase’?

não precisei tentar entender o motivo, ou buscar lembrar.
sempre esteve na minha cabeça, desde a primeira vez que escrevi a redação.
é ‘quase’ perfeito porque é o meu jeito de ver o mundo.

muita gente vai discordar de muita coisa que coloquei ali.
até eu mesmo penso diferente em algumas coisas que escrevi e a redação hoje sairia diferente.
mas quando a escrevi, lembro exatamente de ter pensado nisso.
essa é a minha visão de como o mundo seria perfeito.
por isso é quase.
porque, em última instância, só agrada a uma pessoa: a mim.
por isso não pode ser perfeito.
o conceito de ‘perfeição’ é absoluta, indiscutível.

apesar de pensar diferente hoje em dia [eu gosto do frio, gosto da noite, gosto de chuva], ainda tenho esse princípio: o que é bom pra mim, pode não ser para você.
assim como o que é bom para você, pode não ser para mim.

desse jeito, a gente vive muito menos estressado, entendendo que nem todo mundo quer a mesma coisa que a gente.
e se alguém não entende isso, entenda que ele talvez não queira entender.
é uma escolha que se faz e tentar mudar essa pessoa, acabaria com a idéia da coisa.

deixa pra lá.
não é descaso.
é paz.

Anúncios

5 Respostas para “Um mundo quase perfeito

  1. ”não é descaso. é paz.”

    Essa foi a máxima!

    ooooutro…

    saudade de comentar com mais tempo…rs

  2. que coisa mais linda esse post.

    e que legal que e ver que crianca as vezes tem mais bom-senso do que muito adulto.

    adorei! 🙂

  3. Ameii!
    Vc é muiito criiativo, vc falou de tudo em apenas um texto, vc mereceu mesmo esse concurso de redação.
    Parabéns!
    Que vc contiinue fazendo esses texto e tenha uma boa vida para frente.

  4. faz a versão atualizada desse texto… seria legal! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s