Alguma esperança há

Depois de alguns dias extremamente quentes, algumas gotas precipitaram no final da tarde. Na verdade, já era ‘noite’, 19h, mas com o horário de verão, ainda havia claridade no céu nublado. Já há algum tempo eu tento usar guarda-chuva o mínimo possível. Só quando vou ficar encharcado lanço mão dele. Ontem esperei ver alguns guarda-chuvas na avenida Paulista. A água que caia era pouco mais do que uma garoa e pouco menos do que uma chuva. Por muito menos já vi pessoas reclamando e abrindo as sombrinhas. No entanto, não havia um sequer usando qualquer ‘abrigo’. Estranhei, mas sorri.

Talvez estejam sentindo falta de uma relação com o mundo externo. Talvez estejam cansados de viver hermeticamente fechados em seus escritórios com ar-condicionado. Talvez, nem tudo esteja perdido. Alguma esperança há.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s