São quase 11 milhões de pessoas

Os metrôs, trens e ônibus estão lotados. Há filas para o cinema, no mercado, para entrar, para sair e para ficar. Restaurantes sem lugares, ares-condicionados de casas noturnas que não dão conta do recado, parques caóticos e hospitais sem leito.

E ainda assim, ela se sente sozinha [embora não se sinta só]. Amigos os têm. Família também. Liga para o namorado, mas nada muda. Casa-se, mas tudo fica. Esmagada entre cinco pessoas dentro da lotação, sabe que os corpos encostam-se ao seu, mas não os sente. A brisa é mais pesada que uma cotovelada. O movimento do ar mexe mais com ela do que qualquer empurrão. O barulho das folhas no alto das árvores é mais profundo que uma pisada em seu pé, no tênis apertado.

Sentada, sente pena de si mesma, não por achar triste, mas porque os outros, que outros?, a acharão coitada. Quanto mais sente dó, mais patética se acha. Quanto mais patética acredita ser, mais pena sente de si mesma. É como a solidão, sua melhor companheira. Um círculo vicioso. No estádio, no shopping, na avenida, parece estar tão só que nem ela encontra-se ali. É como se sua existência quase deixasse de ser. Quanto menos gente; quanto mais espaço; quanto mais sozinha, mais presente e viva parece estar. Sozinha, ela é, ela vive. Sozinha, ela sente, ela vê, ela acredita. Sozinha, ela é mais.

É a solidão que a faz se sentir completa e não uma outra pessoa.
Contraditório, mas é assim com sua melhor amiga, a cidade de 11 milhões de pessoas, que faz boa parte de si se sentir sozinha.

Anúncios

Uma resposta para “São quase 11 milhões de pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s