A gurizada estava em alvoroço

Foi o Luquinhas quem contou, pois tinha ouvido de sua avó: um grupo de homens que tocam violões e vão até a casa da pessoa cantar a declaração. Ela disse que eram os Trovadores Urbanos. O alvoroço inicial era meio sem objetivo, como acontece com as crianças. Era pela novidade. Até que Luquinhas, como quem não quer nada, sugeriu: “Por quê a gente não faz uma vaquinha, contrata eles e manda cantarem pra professora?! Ela vai adorar!”. Todos concordaram imediatamente. Não precisavam verbalizar o real motivo… a última prova estava chegando e mais de 50% da classe precisava tirar no mínimo 9.

A vaquinha foi feita. Economizaram todos no lanche e conseguiram arrecadar um dinheirinho. Os Trovadores fizeram um desconto, pela singeleza da ação… claro que ninguém contou o verdadeiro motivo. As crianças ainda perguntaram se podiam acompanhar os Trovadores, já que a música escolhida eles conheciam. No fundo, queriam ver a reação da professora, para saber o que esperar na hora da prova.

Foi um sucesso. A rua inteira saiu na janela para ver. A professora chorou de emoção, agradeceu os meninos do segundo andar do sobrado e mandou beijo para todos de lá de cima.

A Vivi perguntou pro Luquinhas:
– E agora?
– Agora…? A gente espera.

Anúncios

2 Respostas para “A gurizada estava em alvoroço

  1. Não duvide de ter tido uma premonição! 😛

  2. Hahaahahaha… nunca duvidem da astúcia de uma criança.
    E os trovadores… ah eles garantem pelo menos o meio ponto de qualquer um …
    Parabéns como sempre Gabriel…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s