Mania de explicar…

…já sei que tenho, então vamos lá. O texto sobre as assessorias foi um desabafo. Ainda concordo com o que disse ali, mas talvez não tenha me expressado muito bem. Quando disse que o assessor não precisava ser jornalista, bastando apenas ser vendedor, não foi desmerecendo a classe [da qual faço parte]. Já fui assessor e já resolvi meus ‘fanstamas’ com assessoria. A questão é: para executar as coisas que o cliente pede, o assessor não precisaria ser jornalista. É isso. O cliente não vê o assessor como jornalista, mas como alguém com ‘poder’ [sei lá se de Greyskull ou da onde seria] para fazer com que o repórter do jornal fale bem dele. É uma ironia extremada, pois é lógico que o assessor deve ser jornalista. Só o cliente não parece entender isso.

Dito isso, entro em outra questão, mas que faz parte. Tenho amigos jornalistas [assessores e repórteres] e amigos fotógrafos [de assessorias, de estúdio e da imprensa]. Já fiz assessoria de cinema, ou seja, muita gente querendo foto das celebridades. Por isso, já tive que barrar muito fotógrafo e muito jornalista. Alguns deles ficaram de birra comigo e me tratam mal até hoje. Os mais inteligentes sacaram que eu só estava fazendo meu trabalho. Seria lindo o mundo em que quem escolhe se o Gael Garcia Bernal deve ser fotografado ou não fosse eu. Sério, quem acha que eu tenho esse poder [de Greyskull ou sei lá da onde], vive em um mundo à parte. Estou cumprindo ordens. Sou um executor de tarefas ali. Assim como ele. Alguém me disse “Gael não será fotografado por paparazzi” e alguém disse pro fotógrafo “Você precisa de uma foto do Gael”. Com conversa, a gente pode armar um esquema onde o Gael posa para todos os fotógrafos e todo mundo sai feliz. Ou não. Mas depende da disposição da galera.

O que quero dizer é: o mundo dá voltas. Já fui assessor e hoje não sou mais. Ninguém me garante que um dia eu não volte a ser. Mas fotógrafo/jornalista que fica de rixa com assessor e assessor que fica de rixa com jornalista/fotógrafo não dura muito. Se durar, são as costas quentes que garantem. Mas um dia, elas também podem esfriar.

Anúncios

Uma resposta para “Mania de explicar…

  1. Pingback: Um recado às assessorias « Crônico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s