Acordar

Você voltou a acordar mais cedo do que eu. Não só isso, a deixar a cama e a casa antes de mim. Por mais que me parta o coração acordar e ter que deixá-la dormindo, linda e sem saber disso, dói um pouco mais acordar e ver que você não está ali.

Agarro-me ao seu travesseiro, como se estivesse me afogando e minha vida dependesse daquilo. É apenas um simulacro que invento de você: algo para abraçar, que tenha seu cheiro. Nem os lençóis mais finos do mundo, nem o algodão mais nobre, nem os perfumes com as essências mais exóticas já capturadas, nem tudo isso junto, é possível ser melhor do que você.

“Quero dormir seu cheiro e acordar sua pele”, era o que eu dizia quando ainda não estávamos juntos. Depois de provar disso, além do vício psicológico, preciso quimicamente de seus feromônios e de sua pele. Durante a noite, quando meus sonhos por vezes me levam para outros mundos, acordo acariciando seus cabelos, para não só saber, mas sentir que você está ali. Só assim posso dormir em paz, mas com certeza de que quando acordar não a terei perto. É como padecer no paraíso.

____________

Texto publicado no 5minutos.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s